Covid19 Recursos psicologicos
17335
page-template-default,page,page-id-17335,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-9.1.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive
 

COVID-19 Pandemia & Isolamento Social

CUIDANDO DE NOSSO BEM-ESTAR EMOCIONAL DURANTE A PANDEMIA DO COVID-19

 

Olá

 

Esta página aborda maneiras para manter a estabilidade emocional durante a pandemia. Parte I – explora modos de cuidar de nossas mentes e corpos para manter o bem-estar psicológico, principalmente o gerenciamento da preocupação e ansiedade. A Parte II (na parte inferior da página) lista sugestões de atividades virtuais disponíveis (muitas em inglês, incluindo teatro e musicais britânicos).

 

Esperamos que seja útil.

 

 

PARTE I – MANTENDO O BEM-ESTAR PSICOLÓGICO

 

 

Embora suportar incerteza seja difícil, isso é essencial para nossa saúde emocional. É normal buscarmos informação e conhecimento para tolerar o que não sabemos. O conhecimento pode ser uma fonte de conforto, pois ajuda a preparar e planejar o futuro. No entanto, apesar de nossa capacidade de nos preparar para várias eventualidades, nunca estamos totalmente no controle devido aos inúmeros  imprevistos possíveis. Esta é talvez uma razão pela qual muitos de nós desenvolvemos comportamentos que fornecem um senso (artificial) de controle. No entanto, tais comportamentos podem eventualmente se tornar problemáticos (por exemplo, exercício excessivo e foco na alimentação saudável pode levar ao desenvolvimento de um distúrbio alimentar, assim como beber álcool para relaxar pode levar a um vício).

 

 

A atual doença do Coronavírus (Covid-19) pegou o mundo de surpresa. Embora haja informação abundante nas notícias, através de postagens bem intencionadas (ou às vezes não tão bem intencionadas) na internet ou nas mídias sociais, muito pouco se sabe sobre essa doença: qual a real situação ou o que acontecerá daqui em diante.

 

 

Talvez por isso muitos líderes professem que “estamos todos no mesmo barco”. Embora seja verdade que todos enfrentamos a mesma incerteza, nossas viagens diferem dependendo da qualidade e recursos disponíveis em nossos “barcos” e como os usamos. Digamos que todos tivéssemos exatamente o mesmo barco (que nossas necessidades primárias de comida, abrigo e segurança fossem atendidas igualmente), a maneira como buscamos e usamos outros recursos dependerá de nossa experiência, habilidade e criatividade (por exemplo, remar, usar velas ou encontrar um motor, etc.). Então, como nossos corpos e mentes podem nos ajudar durante esse tempo? Ou talvez, mais precisamente, como possibilitar que nossos corpos e mentes naveguem a jornada que se apresenta com resistência?

 

 

Um Corpo saudável é essencial para uma mente saudável, por isso é importante garantir:

  • Alimentação regular e equilibrada (comer a cada 4 horas)
  • Exercício (aproximadamente 30 minutos diários)
  • Tomar um bom complexo multivitamínico. Principalmente a vitamina D, agora que entramos no inverno no hemisfério sul

 

Um corpo saudável pode fazer maravilhas para nossa mente. No entanto, durante o isolamento, nossas rotinas são interrompidas, frequentemente resultando em mais tempo disponível e ao mesmo tempo diminuindo a conexão social. Fatores que, juntos, podem desencadear solidão, depressão, ansiedade e dependência excessiva de comportamentos de enfrentamento distorcidos (por exemplo, exercício excessivo ou bebida etc). Para alguns, isso pode ser uma experiência traumática, principalmente se também estiverem lutando com preocupações financeiras. Portanto, é essencial cultivar proativamente a estabilidade emocional em tempos de incerteza. O guia “Vivendo com ansiedade e preocupação em meio a incerteza global” pode nos ajudar a entender como manter a saúde mental estável.

 

É importante:

 

– Primeiramente limitar exposição a notícias sobre a pandemia: silencie notificações, escolha fontes confiáveis e politicamente neutras como a página da Organização das Nações Unidas no Brasil. Deixe de lado ideologias partidárias e seja solidário. Procurar culpados pode servir como uma distração do grande desafio que temos pela frente. No entanto, precisamos focar nossos recursos pessoais e mentais com o que traz mais retorno a nós e àqueles que nos cercam. Então pratique deixar a preocupação para depois, da seguinte maneira:

 

 

  1. Estabeleça um horário fixo para se preocupar, talvez 30-45 minutos antes de uma rotina de exercícios ou no final do dia

 

  1. Durante o resto do dia tente adiar quaisquer preocupações que venham à mente até o seu horário de preocupação designado (se as ruminações são intensas, talvez necessite implementar dois horários para se preocupar até que se sinta mais capaz de atrasar suas preocupações). Talvez ajude anotar as preocupações para garantir não esquecê-las até o horário de preocupação.

 

  1. Uma vez que você tenha se ocupado com todas as preocupações plausíveis e hipotéticas, tome medidas, se houver algo que possa ser feito. Deixe de lado as preocupações hipotéticas (catastróficas?) e volte a dar-lhes atenção no próximo horário de preocupação, se elas ainda precisarem de atenção

 

  1. Quando a capacidade de atrasar as preocupações for melhorada, tente continuar adiando até conseguir esperar pelo menos 24 horas ou mais.

 

 

Crie uma rotina com marcadores distintos ao longo do dia, com atividades e tarefas, incluindo:

 

  1. Horários de alimentação regulares

 

  1. Oportunidades para se conectar socialmente e interagir com amigos e familiares. O uso de mídias sociais pode ser útil para encontros a longa distância, como noites sociais virtuais, café virtual, clubes de cinema/livro/música virtuais etc.

 

  1. Tarefas que proporcionam uma sensação de realização, como concluir um trabalho, um afazer doméstico, administração, aprender uma nova habilidade/linguagem/instrumento etc.

 

  1. Atividades que ajudam a relaxar e proporcionar uma sensação de prazer, como cantar, dançar, assistir a um filme favorito, um banho de espuma relaxante, meditação plena, jardinagem etc.

 

 

Embora estejamos lidando com dificuldades presentes durante o isolamento social, os que ainda trabalham enfrentam outros desafios, por exemplo, podem se sentir expostos, sobrecarregados ou tendo que tomar decisões difíceis em casa ou no trabalho durante a pandemia. Independentemente da categoria em que você se encaixa, caso sinta-se sobrecarregado, procure um ombro amigo ou entre em contato com sua família para um desabafo.

 

Abaixo você encontrará uma lista de recursos virtuais disponíveis. Para alguns, o conhecimento de inglês é necessário, para outros, só a vontade de engajar-se e conhecer mais sobre esse mundo em que vivemos será suficiente. Tente também redescobrir interesses antigos, assim como despertar novas curiosidades.

 

Finalmente, é importante reconhecer que, para um grupo de pessoas, o confinamento pode parecer uma experiência indiferente ou até mesmo positiva. Isso pode acontecer por várias razões, e a pausa das pressões sociais ou alívio da correria do dia a dia pode ser benéfico. Se este é o seu caso, não há necessidade de sentir-se culpado ou envergonhado. O isolamento pode servir como uma oportunidade importante para refletir sobre o que você gostaria de continuar fazendo pós-isolamento e o que você deixará para trás na busca pela existência mais livre que pode existir adiante.

 

Desejando-lhes muita saúde

The Oxford Mind & Body Team

 

PARTE II – ATIVIDADES VIRTUAIS

 

Teatro e artes cênicas

 

Musicais

 

Música: Pop & Clássica

 

Arte Visual

 

Atividade física

 

Vários

  • Leia os gibis do Marvel disponíveis gratuitamente até 4 Maio 2020
  • Viaje sem sair de casa
  • Descubra Niksen, a arte de não fazer nada. Sabe-se que criar tempo para o ócio pode aumentar a criatividade e a habilidade de resolver problemas
  • Procure seu artista, cantor, escritor favorito e descubra em que estão trabalhando. Talvez você até consiga se unir a uma atividade ao vivo.

 

Clique aqui para essa página em inglês com seus recursos.

 

Agradecemos a Gilson Wolfart, Regina Passoni, Pedro Vieira & Ana Esther Freire pelas dicas, ajuda com tradução & revisão. Graças a solidariedades deles hoje podemos dividir esse conhecimento com todos e navegarmos juntos essa pandemia. Repasse esse carinho.

Share This: